Notícias

Unidades de saúde deverão fornecer orientações sobre engasgamento

menshealth.ptshutterstock_433938907-bd9a2394a462ae89f3fc4aa77ccbbbc4ce6a3f48
Por equipe da redação

Casos de engasgamento são muitos comuns, principalmente entre os recém-nascidos. O engasgo é considerado uma emergência, e em casos graves, pode levar a pessoa à inconsciência ou até à morte. Pensando nisso, o vereador Dr. Gilberto (PMN) apresentou o Projeto de Lei nº 1.083/2018, que obriga hospitais e maternidades públicas e privadas a prestar aos pais, mães ou responsáveis legais por recém-nascidos, orientações e treinamento para primeiros socorros em caso de engasgamento, aspiração de corpo estranho, asfixia e prevenção de morte súbita.

A proposta prevê que as orientações, assim como o treinamento, serão ministradas antes da alta do recém-nascido por enfermeiras do mesmo setor ou profissionais indicados pela unidade de saúde. Os pais, mães ou responsáveis legais estão obrigados a participarem da capacitação oferecida, que poderá ser ministrada individualmente ou em turmas.

“É importante que hospitais e maternidades orientem e capacitem minimamente os responsáveis por crianças recém-nascidas, principalmente os denominados ‘pais e mães de primeira viagem’. O engasgamento com leite materno ou mesmo saliva em bebês com menos de um ano de idade é muito comum, causando muitas mortes. Por isso a importância do compartilhamento de técnicas simples e cuidados básicos de prevenção”, salienta Dr. Gilberto.

Como agir em caso de engasgo em bebês:

Coloque o bebê de bruços em cima do seu braço e faça cinco compressões entre as escápulas (no meio das costas). Vire o bebê de barriga para cima em seu braço e efetue mais cinco compressões sobre o esterno (osso que divide o peito ao meio), na altura dos mamilos. Tente visualizar o corpo estranho e retirá-lo da boca delicadamente. Se não conseguir, repita as compressões até a chegada a um serviço de emergência (pronto socorro ou hospital). Esses procedimentos são válidos somente se a criança ou o adulto engasgado estiverem conscientes. Vítimas inconscientes precisam de atendimento hospitalar rapidamente. Os primeiros socorros para asfixia ou engasgo devem ser tomados até que seja possível o atendimento especializado.

Fonte: DCM/CMRJ

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *