Dr. Newton Richa

Programa Saúde do Futuro

Por Dr. Newton Richa

Teoria Cognitiva Social: Diga-me com quem andas!

Giselle Felix
Fisioterapeuta

Quem de nós nunca ouviu esta frase na casa dos pais: “Diga-me com quem andas e te direi quem és!”. Ela se tornou clássica quando nossos pais queriam nos afastar da má influência das companhias. Dizem que essa frase foi adaptada do Provérbio Bíblico (Provérbios 13, 20): Quem anda com os sábios será sábio; mas o companheiro dos tolos sofre aflição.” No campo da ciência, as primeiras pesquisas feitas por Albert Bandura, resultaram na teoria social cognitiva, e basearam-se no acompanhamento do processo de aprendizagem por observação, especialmente de crianças expostas a situações de agressividade. Comprovou-se que tais crianças apresentaram respostas imitativas agressivas demonstrando a importância dos modelos reais e simbólicos na evocação de pautas imitativas de agressão. Os resultados estão relatados em seu primeiro livro, de 1959, intitulado “Agressão Adolescente”. A definição do psicólogo canadense, professor de psicologia social da Universidade de Stanford, Albert Bandura, para que as pessoas se autorregulem e se auto-organizem, segundo ele é a seguinte: “Ser agente significa influenciar o próprio funcionamento das circunstâncias de vida”.

A teoria social cognitiva, inicialmente conhecida como teoria da aprendizagem social, parte do pressuposto de que o sujeito é agente do próprio desenvolvimento e interage com as circunstâncias de sua vida de modo intencional. A teoria destaca que a aquisição, manutenção e mudança de comportamento é resultado da interação de influências pessoais, comportamentais e ambientais, no que ele acredita sobre si mesmo e experiências sobre outros. Ou seja, temos que ter em mente que a mudança de comportamento, ou então, a aquisição de um novo comportamento não é devida a qualquer ambiente ou as pessoas ou o comportamento, mas sim à interação de todos estes elementos. Neste sentido, o comportamento individual é resultado do reforço, das experiências individuais, aspirações, etc. Alguns dos conceitos-chave da teoria social cognitiva são modelagem (aprendizagem por observação), as expectativas de resultados, autoeficácia, a definição de objetivos e autorregulação .

Embora reconhecendo a importância de fatores ambientais, a teoria social cognitiva postula que um indivíduo pode planejar, dirigir e autorregular o seu próprio aprendizado e resultados comportamentais. Ela diz que as pessoas aprendem observar os outros, mas não necessariamente evidenciam a aprendizagem até pessoalmente estarem motivadas a fazê-lo.

 

Vamos usar um estudo do New England, um dos principais jornais médicos , que conta como a epidemia de obesidade se espalhou por 32 anos nos EUA entre as décadas de 70 e 2000 para exemplificar a experiência negativa da influência do meio social. Percebeu-se a cada década, o incremento de obesos e posterior clusterização das pessoas ligadas, ou seja, com alguma relação social entre si, seja de amizade ou familiar. Esse é um trabalho publicado muito citado por conta da riqueza de estatísticas resultantes, e mostra que de fato as pessoas que tem relação social com as pessoas que estão acima do peso vão evoluindo para aumento de peso ao longo dos anos, o que reforça a questão social e a ecológica.

Portanto, a análise que propomos você a fazer é avaliar se o meio em que se relaciona te motiva a ter um comportamento saudável ou não, se muito pelo contrário, socialmente você não encontra apoio para isso. E se sozinho você é capaz de manter sua alimentação saudável, mesmo com uma casa cheia de alimentos não saudáveis, se você é capaz de se manter firme nas caminhadas e corridas de finais de semana mesmo quando seus amigos te chamam para sair todas as noites das vésperas das competições. E se você fosse o responsável por levar seus amigos, sua comunidade para o lado saudável da vida? Já pensou nisso? Que tal experimentar essa semana? Que tal ser agente, como diz Brandura? Saúde!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *