Eventos

Seminário de Educação em Segurança Química

Órgãos Governamentais, Agências Reguladoras, Conselhos de Classe e Forças Armadas. Indústria, Associações Empresariais, Produtores Químicos, Produtores Rurais, Transportadores e Empresas de Tratamento de Resíduos. Universidades e Outras Instituições de Educação. Instituições de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação. Organizações Não Governamentais. Órgãos de Defesa do Consumidor. Sindicatos. Consultores e outras partes interessadas.

Local: Conselho Regional de Medicina do Estado do Rio de Janeiro
Praia de Botafogo 228 / 119B – Botafogo – Rio de Janeiro.

Data: 07 de abril de 2017 – Horário: 08 às 12 h.

 

PANORAMA INTERNACIONAL DA SEGURANÇA QUÍMICA

A partir dos anos 1940 têm aumentado as taxas de doenças como os vários tipos de câncer, as doenças auto-imunes, os distúrbios do comportamento, os déficits de atenção, a infertilidade, a puberdade precoce e uma explosão nas taxas de obesidade e diabetes. Cada vez mais, as pessoas estão expostas a produtos químicos presentes no ar, na água, no solo, nos alimentos, nos ambientes de trabalho e demais locais de permanência.

Cerca de 100.000 produtos químicos são fabricados em grandes quantidades e aplicados em praticamente todas as atividades e, desse modo, passam a ser, rotineiramente, encontrados nas pessoas, independentemente da idade e do local onde vivem. Na medida em que as pesquisas avançam, cresce a evidência de que a exposição diária a produtos químicos pode desempenhar importante papel na eclosão de inúmeras doenças.

No encontro de cúpula de Joanesburgo, em 2002 (Rio + 10) foi estabelecida a meta de todos os países implementarem um sistema efetivo de gerenciamento de substâncias químicas que ofereça risco mínimo à saúde e ao ambiente até 2020. Em março de 2015, o Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente divulgou o alerta de que a principal causa de morte no mundo, atualmente, é a poluição química, em suas diversas formas e que cerca de 94% das mortes ocorrem nos países subdesenvolvidos e em desenvolvimento, como o Brasil.

A Segurança Química é um conceito global, referente à proteção das pessoas e do meio ambiente, em todo o ciclo de vida dos produtos químicos que, atualmente, abrange: concepção, projeto, desenvolvimento, produção, transporte, armazenamento, utilização e descarte de resíduos.

No Brasil, as ações governamentais, da indústria e de outros segmentos da sociedade civil vêm sendo desenvolvidas e articuladas pela Comissão Nacional de Segurança Química – CONASQ que, em 03.12.2013, aprovou um Termo de Referência de Educação em Segurança Química, de abrangência nacional, onde se insere este Seminário.

Em setembro de 2015, foi realizada, em Genebra, a 4ª Conferência Internacional de Gestão Química – ICCM4, com intensa participação da Organização Mundial de Saúde, que apresentou as Prioridades do Setor Saúde na área de Segurança Química. Tais prioridades constam do anexo III do relatório da ICCM4 e serão discutidas neste evento, que se realiza na Casa do Médico, no Dia Mundial da Saúde.

Objetivos:

– Apresentar o panorama internacional da Segurança Química, alertando para a meta de gestão química efetiva em todos os países, até 2020.

– Propor ações a serem desenvolvidas pelas instituições participantes, com base na meta 2020.

– Estabelecer sinergias entre as instituições participantes, com vistas à racionalização dos recursos e ao fortalecimento das ações preventivas e corretivas na área de Segurança Química.

– Ampliar a Rede Brasileira de Educação em Segurança Química, constituída por profissionais e instituições comprometidos com o

Programação:

08:00-08:30 Abertura

08:30-09:00 Panorama Internacional da Segurança Química.
– Newton Richa – Representante da UFRJ na Comissão Nacional de Segurança química (CONASQ/MMA).

09:00-09:30 Propostas apresentadas em eventos anteriores coordenados pelo GT de Educação em Segurança Química da CONASQ
– José Marcus de Oliveira Godoy – Diretor do Departamento de Química da PUC-Rio.

09:30-10:30 GTs- Contribuições das instituições participantes para o cumprimento da meta de gestão adequada de produtos químicos no Brasil até 2020.

10:30-10:45: Intervalo

10:45-11:45: Apresentação das propostas das instituições participantes para o cumprimento da meta de gestão adequada de produtos químicos no Brasil até 2020.

11:45-12:00: Debates e encerramento.

 

Confirmar presença no e-mail: seccat@crm-rj.gov.br, informando nome completo, instituição, cargo/função, telefone(s) e email.

 

Coordenação:

Cláudia do Rosário Vaz Morgado – UFRJ
Fernando Sobrinho – FUNDACENTRO
Newton Miguel Moraes Richa – UFRJ

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *