Eventos

Seminário de Educação em Segurança Química – DIRSA

DIRSA (Diretoria de Saúde da Aeronáutica)

Seminário de Educação em Segurança Química

Órgãos Governamentais, Agências Reguladoras, Conselhos de Classe e Forças Armadas. Indústria, Associações Empresariais, Produtores Químicos, Produtores Rurais, Transportadores e Empresas de Tratamento de Resíduos. Universidades e Outras Instituições de Educação. Instituições de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação. Organizações Não Governamentais. Órgãos de Defesa do Consumidor. Sindicatos. Consultores e outras partes interessadas.

 

Local: Auditório da DIRSA

Av. Marechal Câmara, 233 10º Andar Castelo Centro

Rio de Janeiro RJ

Data: 29 de novembro de 2017 – Horário: 08 às 17 h.

PANORAMA INTERNACIONAL DA SEGURANÇA QUÍMICA

A Segurança Química é um conceito global, referente à proteção das pessoas e do meio ambiente, em todo o ciclo de vida dos produtos químicos que, atualmente, abrange: concepção, projeto, desenvolvimento, produção, transporte, armazenamento, utilização e descarte de resíduos.

Nos últimos anos, os produtos químicos passaram a ser usados em praticamente todas as atividades humanas. Isto levou a crescente exposição a produtos químicos presentes no ar, na água, no solo e nos alimentos que, atualmente, constitui séria ameaça à saúde humana, ao ambiente e à própria vida no planeta.

Em março de 2015, o Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (PNUMA), com base em dados referentes a 2012, apontou a poluição química como a principal causa de morte no planeta. A mortalidade resultante da poluição química, em todas as suas formas, atingiu cerca de 8,9 milhões de pessoas, sendo que 94% dessas mortes ocorreram em países subdesenvolvidos e em desenvolvimento, como o Brasil.

Tais fatos mostram que grande número de casos de morte, invalidez permanente, incapacidade temporária e doenças ainda em fase inicial, que afetam a população brasileira, devem resultar da exposição a produtos químicos, nas diversas atividades e nos diferentes ambientes de permanência das pessoas.

A progressiva mobilização internacional sobre o assunto resultou na criação da Abordagem Estratégica para a Gestão Internacional de Produtos Químicos (Strategic Approach to International Chemicals Management – SAICM), em 2006. Este acordo internacional visa aprimorar a gestão de produtos químicos, em todos os países, para cumprir a meta de produção e utilização com o mínimo de impactos negativos sobre a saúde humana e o ambiente até 2020, estabelecida na Rio +10, em Joanesburgo, África do Sul.

O cumprimento desta meta pelo Brasil demandará esforços sinérgicos dos órgãos governamentais, universidades, empresas, organizações não governamentais e outros segmentos da sociedade organizada, abrangendo a divulgação de informações de instituições de referência, a educação e o treinamento em Segurança Química em todos os níveis educacionais.

No Brasil, as ações governamentais, da indústria e de outros segmentos da sociedade civil vêm sendo desenvolvidas e articuladas pela Comissão Nacional de Segurança Química – CONASQ que, em 03.12.2013, aprovou um Termo de Referência de Educação em Segurança Química, de abrangência nacional, onde se insere este Seminário.

Em setembro de 2015, foi realizada, em Genebra, a 4ª Conferência Internacional de Gestão Química – ICCM4, com intensa participação da Organização Mundial de Saúde, que apresentou as Prioridades do Setor Saúde na área de Segurança Química. Tais prioridades constam do anexo III do relatório da ICCM4 que foram discutidas na Casa do Médico (CREMERJ), no Dia Mundial da Saúde (O7/04/2017) e serão detalhadas neste evento.

Objetivos:

– Apresentar o panorama internacional da Segurança Química, alertando para a meta de gestão química efetiva em todos os países, até 2020.

– Propor ações para a efetivação das Prioridades do Setor Saúde na área de Segurança Química, estabelecidas pela Organização Mundial de Saúde na 4ª Conferência Internacional de Gestão Química (ICCM4/2015).

– Estabelecer sinergias entre as instituições participantes, com vistas à racionalização dos recursos e ao fortalecimento das ações preventivas e corretivas na área de Segurança Química.

– Ampliar a Rede Brasileira de Educação em Segurança Química, constituída por profissionais e instituições comprometidos com o tema.

Programação:

08 00-08 30 Abertura

08 30-09 00 Panorama Internacional da Segurança Química.

– Newton Richa: Representante da UFRJ na Comissão Nacional de Segurança Química (CONASQ/MMA).

09 00-09 30 Atividades das Forças Armadas (FFAA) na área de Segurança Química.   

– Major Médico Jorge Soares Luiz – DIRSA.

09:30-10:30 Grupos de Trabalho: Propostas de ações para a efetivação das Prioridades do Setor de Saúde estabelecidas pela  Organização Mundial da Saúde no Relatório da 4ª Conferência Internacional de Gestão Química (ICCM4/2015).

10:30-10:45: Intervalo

10:45-11:45: Apresentação das propostas.

11:45-12:00: Debates.

13 30-17 00: Palestras sobre temas relevantes de Segurança Química.

Encerramento.

Confirmar presença no e-mail: dirsa.sdtec@gmail.com informando nome completo, instituição, cargo/função, telefone(s) e email.

Coordenação:

Cláudia do Rosário Vaz Morgado – UFRJ Fernando Sobrinho – FUNDACENTRO
Jorge Soares Luiz – DIRSA Newton Miguel Moraes Richa – UFRJ

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *