Saúde pública

Programa de tratamento da tuberculose na Rocinha é referência no Rio

2

O programa de tratamento da tuberculose na Rocinha é referência para o Rio de Janeiro. Entre 1990 e 2011, as taxas de incidência e de mortalidade apresentaram redução de 50%, resultado que atinge a meta estipulada pelos Objetivos do Milênio 2015, da Organização Mundial da Saúde (OMS).

Na última semana, o ministro da Saúde, Alexandre Padilha, e a diretora-geral da OMS, Margareth Chan, visitaram a Clínica de Saúde da Família da Rocinha, no Rio de Janeiro, onde Padilha apresentou a órgãos internacionais o êxito brasileiro no tratamento da tuberculose pulmonar.

A Rocinha é considerada modelo na implantação da estratégia de tratamento contra a tuberculose. A taxa de cura no local hoje é de 84%. Atualmente todos os casos notificados são tratados pelos agentes que saúde, que utilizam o modelo DOTS, sigla em inglês para Tratamento Diretamente Observado, no qual o profissional de saúde acompanha cada dose do medicamento que é tomada pelo paciente, evitando abandono do tratamento quando os sintomas desaparecem.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *