Notícias

Poluição pode prejudicar – e muito – a saúde humana

467403138
Por: Fernanda Machado (estagiária)*

O desenvolvimento dos grandes centros urbanos e o consumismo desenfreado são os grandes responsáveis por tornar o mundo cada dia mais poluído. A poluição é um problema que atinge o ar, a água e o solo.

Pesquisas recentes mostraram que os efeitos da poluição geram riscos, podendo afetar a saúde mental e a dos ossos, e piorar a capacidade de julgamento, além de prejudicar o desempenho escolar. Essas descobertas são alarmantes, uma vez que mais da metade da população mundial vive em ambientes urbanos.

Segundo dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), a maior taxa de mortalidade no planeta já não está mais relacionada a doenças transmissíveis. Prevalecem, no novo século, os efeitos letais das enfermidades causadas pelos danos sofridos pelo meio ambiente.

Além das tão faladas poluição atmosférica, hídrica e do solo, há ainda outro tipo de poluição muito presente nos grandes centros: a sonora. O excesso de ruídos e barulhos provocados pelo trânsito urbano, fábricas, tráfego aéreo, construções, latidos, escolas e eventos, como shows e feiras, são exemplos disto.

A exposição a fontes de poluição sonora pode provocar diversos efeitos negativos na saúde, interferindo na comunicação, provocando distúrbios do sono, irritabilidade, estresse, distúrbios psicológicos, problemas cardiovasculares, zumbidos no ouvido e danos à audição. A OMS estima que cerca de 100 milhões de pessoas apresentam algum dano – temporário ou permanente – provocado pela exposição a ruídos.

Em crianças, a poluição sonora repercute desfavoravelmente no potencial cognitivo que é próprio da infância. Foi constatado através de estudos que os altos índices de déficit de atenção e problemas de aprendizagem são mais frequentes na população infantil exposta a esse agente poluidor.

Não faltam provas de que saúde é requisito prioritário para a boa educação. Os dois são pilares indissociáveis de uma sociedade saudável que requer urgentemente todo o tipo de despoluição para garantir o bem-estar físico, mental e social de todos os seres humanos.

*Sob a supervisão de Juliana Temporal

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *