Notícias

Paz e saúde mental: entenda a campanha Janeiro Branco

logo_janeiro_branco

Por: Equipe da Redação
redacaoobservatorio@gmail.com

A cor branca é utilizada por inúmeras pessoas na virada do ano. Seu simbolismo exemplifica, entre outras coisas, a esperança por um futuro de paz. Porém, é importante compreender que a paz está diretamente ligada a questões da mente humana. Grande parte dos conflitos sociais, familiares e de cunho interno são provenientes de problemas relacionados à saúde mental. A negligência no cuidado com essa questão pode prejudicar não apenas o bem-estar dos indivíduos, mas da sociedade como um todo.

Pensando nisso, desde de 2014, acontece no Brasil a campanha Janeiro Branco, que surgiu em Uberlândia (MG) e está se espalhando por diversas cidades do país. A iniciativa tem como principal objetivo fomentar ações para promoção da saúde da mente. De acordo com os organizadores, a iniciativa visa prevenir o adoecimento emocional da população, além de criar uma cultura de valorização da subjetividade humana. Um dos slogans utilizados na campanha é: “Onde há saúde mental plena, há paz”.

O mês de janeiro foi escolhido para a campanha porque, culturalmente, é o período do ano em que as pessoas reveem seus conceitos e traçam novas metas. Entre as ações que compõem a iniciativa estão palestras de conscientização sobre o tema, atividades físicas, rodas de conversas, meditação em grupo e práticas de medicina integrativa.

De acordo com especialistas, transtornos como depressão, ansiedade e síndrome do pânico são cada vez mais frequentes, e mostram o reflexo da forma como a sociedade vem se comportando. Por isso, é importante que educadores, psicólogos e representantes públicos elaborem estratégias em conjunto para promoção do bem-estar emocional.

Sobre a escolha da cor, os idealizadores do projeto explicam, em seu site oficial, que “branco é a cor a partir da qual toda outra cor pode aparecer, se destacar, existir e acontecer como um projeto, como uma possibilidade. Assim como a partir de uma folha em branco qualquer história pode ser escrita ou reescrita. A cor branca nos possibilita qualquer ideia, qualquer criação, qualquer ousadia, qualquer realização. O Branco possibilita inícios e (re)inícios, partidas e convites à criatividade”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *