Opinião

Os benefícios da ocitocina

A ocitocina é o hormônio do amor

couple-1030744_1920-768×512
Denise Portugal – 22/05/2018 10h23

Quem ouve falar da ocitocina, estranha o nome, e não sabe que é um hormônio tão importante em diversas áreas de nossas vidas. Até pouco tempo, sabia-se que a ocitocina é o hormônio que proporciona a contração uterina na hora do parto, quando o bebê nasce. E a mesma, é a responsável pela contração das glândulas mamárias para ejeção de leite.

Por isso, muitas mamães usam medicamentos nasais, como o Ocitocin, por exemplo, para maior ejeção de leite durante o período de amamentação.

O que hoje está sendo uma descoberta é a capacidade desse mesmo hormônio, liberado pelo cérebro, de diminuir o estresse e melhorar a libido. Algumas pesquisas mostram ainda, que a ocitocina desempenha importante papel no metabolismo, podendo levar a reversão da obesidade. Auxilia na redução de sintomas de doenças psiquiátricas.

Ou seja, quanto mais alto os níveis de ocitocina no sangue, maior a sensação de bem-estar e de felicidade!!!

Aí você me pergunta:

– Será que terei que ter filhos, para liberar esse hormônio em minha vida?

Claro que não…

Estudos recentes tem, cada vez mais, provado o poder desse hormônio, funcionando como um neurotransmissor, melhorando as relações humanas e sociais. E, por isso, sendo conhecido como “o hormônio do amor”, “o hormônio do carinho”. Até mesmo porque, se ele está envolvido com a maternidade, não poderia ser diferente, não é mesmo?

Ele também é responsável, muita vezes, pela empatia entre pessoas, honestidade e autoconfiança.

Então vamos lá:

– Denise, como posso liberar esse hormônio MARAVILHOSO, que está dentro de mim???

O neuroeconomista e autor do livro A Molécula do Amor, Dr. Paul Zak, da Universidade de Claremont, Califórnia, que estuda há mais de 12 anos as ações da ocitocina, utiliza uma “receita” para aumentar os próprios níveis desse hormônio.

A receita é: dar oito abraços por dia, um por hora, durante um dia de trabalho. Mas também é aconselhável dar vários outros ao chegar em casa, nos seus filhos, no cônjuge, nos pais.

Os homens têm menos ocitocina, pois a testosterona inibe um pouco a liberação dos mesmos, então, meninas… não fiquem muito chateadas se os meninos são mais brutos… mas eles também podem estimular a ocitocina que existe dentro deles, tá?? Abraçar muuuiiiitttooo é o grande segredo. Com mais ocitocina eles ficam mais amáveis e gentis.

Ah, e quer um outro segredinho? Como a ocitocina está envolvida com a contração uterina, ela também ajuda na melhor qualidade do orgasmo. O que é isso, hein???

É isso aí!!!

Então…

Está esperando o quê para produzir sua OCITOCINA?

 

Denise Portugal é médica nas áreas de Endocrinologia, Medicina Ortomolecular e Medicina do Esporte. Também atua como palestrante em eventos e em empresas nacionais e internacionais. Em 2017, lançou o livro Start para o Bem-Estar.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *