Notícias

NOTA DE PESAR – Dr. Marcio Meirelles

2016-889081113-201602162136297157.jpg_20160216-2

A Medicina e a saúde perderam hoje mais do que um médico, um verdadeiro exemplo de altruísmo. Ao longo de toda sua vida e trajetória profissional, Dr. Marcio Meirelles foi um exemplo de dignidade, empatia e da real compreensão do seu papel como médico e cidadão.

Nos últimos quatro anos, ele esteve à frente do Observatório da Saúde do Rio de Janeiro, como presidente. Se dedicou a estudar e dar visibilidade às questões da saúde pública por meio do Observatório. Seu senso de cidadania e indignação com as dificuldades de acesso da população mais carente ao atendimento, o levou a também ser um dos fundadores do Instituto de Medicina e Cidadania.

Cirurgião vascular, Dr. Marcio foi Presidente da Sociedade Brasileira de Angiologia e de Cirurgia Vascular e da Regional RJ. Por sua experiência como servidor público, chefiou o Serviço de Cirurgia Vascular do Hospital Souza Aguiar, onde também foi diretor.

Nossos sentimentos se encontram com os da família. Dr. Marcio deixa órfãos não somente seus queridos sete filhos, mas também centenas de cirurgiões vasculares Brasil afora e os amigos e admiradores do Observatório da Saúde. Perdemos todos, fica uma lacuna que talvez nunca se preencha, contudo fica o legado imenso construído com um sorriso sereno e confiante de quem sempre soube se fazer forte em suas lutas.

Um comentário em "NOTA DE PESAR – Dr. Marcio Meirelles"

  1. Acyr Gonçalo Cunha disse:

    A Saude é direito d cidadão e dever do estado, não pode ficar apenas como citação da Constituição.
    O Dr. Meirelles, criou o Observatorio da saude, agregando um grupo de entusiasta com a Saúde Pública e, em reuniões, debates, foruns, expos e analisou as deficiencias dos SUS e propunha caminhos visando a melhor prestação de serviços, curativos e preventivos de saúde.
    Cobrava um melhor financiamento e gerenciamento do SUS, inclusive trocando a municipalização pela regionalização, agregando recursos materiais e humanos.
    Foi incansável até ser derrotada pela terrível pandemia do COVID 19.
    Tentaremos honrar seu legado mantendo a chama do Observatorio e IMC.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *