Destaques

Instituto leva atendimento médico gratuito a comunidades carentes

Imagem1

Por: Equipe da Redação
redacao@observatoriodesauderj.com.br

Brilho no olhos. Vontade de transformar. Paixão pelo que faz. Essas são algumas das principais características encontradas em um profissional que se dispõe a ser voluntário. Pessoas com esse perfil podem ser verdadeiras pontes para o encontro com a cidadania. Na área da saúde, mediante a todas as mazelas encontradas pela população brasileira, o voluntariado funciona como um braço do trabalho que deve ser realizado pelo poder público. Uma união de forças para que pessoas que carecem desse serviço recebam assistência completa.

Pensando nisso, os médicos Luiz Roberto Londres e Marcio Meirelles criaram o Instituto de Medicina e Cidadania (IMC), que proporciona à moradores de comunidades carentes benefícios que vão desde o atendimento básico até a realização de exames específicos.

“A medicina é uma atividade humanística. Médicos são pessoas que trabalham em prol do bem-estar do outro, especialmente daqueles que mais precisam. São esses valores que o Instituto de Medicina e Cidadania pretende, de certa forma, resgatar, na atual conjuntura social”, afirma Luiz Roberto Londres.

Com pouco mais de um ano de existência, o IMC já possui 15 médicos cadastrados, que realizam um trabalho voluntário para pacientes que residem em comunidades carentes e possuem baixa renda. O entidade fornece atendimentos nas áreas de ortopedia, urologia, dermatologia, otorrinolaringologia, oftalmologia, nefrologia, angiologia, entre outras.

Além das consultas, o IMC arrecada fundos para a realização de exames e fornecimento de remédios. Os doadores recebem relatórios trimestrais com informações detalhadas sobre a utilização da verba.

“As doações destinadas ao IMC são convertidas em exames de sangue, tomografias, medicamentos, entre outros. Os médicos atendem de forma gratuita, mas não possuem estrutura para realização dos tratamentos. Para reduzir os custos desse serviço, nós fazemos convênios com algumas instituições que realizam esses exames”, explica Claudio Vieira, diretor executivo do instituto.

O IMC no Morro Azul

A comunidade do Morro Azul, localizada no Flamengo, zona Sul do Rio, tem sido palco principal da atuação do IMC. A história do voluntariado no Morro começou com o médico Félix Zyngier, que já atua no local a cerca de 15 anos. Porém, de acordo com Zyngier, a união com o instituto tornou o seu trabalho mais forte e completo.

“Com a chegada do IMC, nós passamos a ter uma melhor estrutura de atendimento. Antes de nos juntarmos ao instituto, a sensação que eu tinha é de que estávamos realizando um trabalho isolado. E agora temos mais fôlego e segurança para crescermos ainda mais”.

Além do Dr. Félix, o Morro Azul tem como voluntárias a pediatra Júlia Blanco e a psicóloga Nara Matos, ambas também vinculadas ao Instituto de Medicina e Cidadania.

Nara diz que ela estava no grupo de profissionais que queriam realizar um trabalho filantrópico e não sabia por onde começar. A psicóloga explica que o voluntariado faz bem não só para aqueles que precisam do serviço, mas que também proporciona crescimento e bem-estar para quem se dispõe a doar um pouco do seu tempo.

“Eu sempre digo que eu fico muito feliz que as pessoas saibam que eu estou viva e que eu posso fazer alguma coisa por elas, então para mim é um propósito de vida ajudar as pessoas. Eu ajudo a quem pode me pagar e ajudo a quem não pode”, acrescenta.

O Instituto de Medicina e Cidadania também interage com os demais setores da saúde pública.

“Após passar pelas consultas como profissionais voluntários, alguns pacientes são encaminhados para o Sisreg – Sistema web, criado para o gerenciamento de regulação do SUS – como alguns tipos de cirurgias ou exames os quais o IMC não consiga disponibilizar”, explica a pediatra Júlia Blanco.

O atendimento

Além do centro de atendimento no Morro Azul, o Instituto tem uma filial na Gávea (Parque da Cidade). A sede, onde os profissionais do instituto se reúnem para alinhar decisões, está localizada no bairro da Glória, zona sul do Rio.

Os pacientes interessados no serviço e que se enquadram no perfil do IMC devem entrar em contato com o instituto para receberem orientações necessárias à triagem e encaminhamento para a consulta, que pode ocorrer em alguma das comunidades onde o IMC atua ou em consultórios de médicos cadastrados no projeto.

Voluntariado

Além da equipe de profissionais da saúde, o IMC está aberto também para receber pessoas que atuam em outras áreas, como direito, jornalismo, assistência social, entre outros, e que entendam que através do seu trabalho podem contribuir com o desenvolvimento do projeto. O Instituto possui um programa de voluntariado que reúne, inclusive, pessoas da terceira idade, aposentadas ou não, que desejam empregar seus conhecimentos na promoção da cidadania.

Programa Médicos do Futuro

Com o apoio de educadores, psicólogos e assistentes sociais, O IMC seleciona, em comunidades, jovens com perfil para serem futuros médicos. Através das doações que recebe, o instituto irá financiar bolsas de estudos para formação desses jovens, a fim de que possam se tornar profissionais dessa área. Além da grade curricular da universidade, esses alunos contarão também com a orientação de médicos ligados ao IMC, que irão abordar assuntos como responsabilidade social e ética.

“Infelizmente, a medicina foi invadida pelo mercantilismo e a melhor forma de reverter isso é fazer grupos, ainda que pequenos, ainda que poucos, mas que tenham essa missão de desenvolver a ética, a cidadania na profissão”, explica Dr. Marcio que, assim como Dr. Londres, além de ser responsável pelo IMC, também é fundador do grupo Participação Médica (colocar hiperlink) e do Observatório da Saúde RJ.

Contatos IMC:
Site:  www.medicinaecidadania.org.br
E-mail: contato@medicinaecidadanoa.org.br
Facebook: www.facebook.com/institutodemedicinaecidadania

19 comentários em "Instituto leva atendimento médico gratuito a comunidades carentes"

  1. Márcia Cristina Pinheiro disse:

    Caros colegas, que alegria saber dessas iniciativas. Tive o privilégio de integrar a turma 3 do treinamento organizado pelo Dr. Londres – Elo Medicina da Pessoa sob a tutoria de Abram Eksternam e Décio Tenenbaum. Gostaria de manter contato com este grupo e se possível colaborar nesta missão imprescindível que representa a luta pelo resgate da essência da Medicina principalmente no cotidiano dos serviços de Saúde. Me coloco a disposição e parabenizo aos fundadores!!!

    1. Rosângela disse:

      Boa tarde estou com minha sogra precisando de cirurgia de vesícula,está de cama com dores levo aí UPA somente dão remédio para dor e mandam para casa ela tem 76 anos .
      Precisava de uma caridade de vocês. Médicos em conseguir essa cirurgia .
      Deus abençoe vocês e desculpe mas ela está precisando muito.
      Obrigada

    2. Rosângela disse:

      Boa tarde estou com minha sogra precisando de cirurgia de vesícula,está de cama com dores levo aí UPA somente dão remédio para dor e mandam para casa ela tem 76 anos .
      Telefone 21_984662693
      Precisava de uma caridade de vocês. Médicos em conseguir essa cirurgia .
      Deus abençoe vocês e desculpe mas ela está precisando muito.
      Obrigada

  2. José Luís de Souza Varela disse:

    Precisando de um cirurgião ambulatorial, podem contar comigo

  3. Juliana disse:

    Fico muito feliz em saber que existem pessoas que doam um pouco do tempo em ajudar o próximo. Tive o privilégio de conhecer o Sr. Cláudio Vieira, e fico muito feliz pelo trabalho que estão fazendo, o mundo preciso de mais pessoas assim, parabéns!!!

  4. Ivonezuqui disse:

    Precisando de instrumentadora ou serviço burocrático gostaria de participar.

  5. Ivonezuqui disse:

    Linda iniciativa estão de parabéns.

  6. Carlos Moraes disse:

    Parabéns Dr. Londres por este trabalho.
    Ser humano incrível e carismático. Muitas
    saudades do Sr. Abraços.

  7. Aline Paiva disse:

    Tive o prazer de conhecer o Dr. Londres e trabalhar com ele. Pessoa que exala humanidade, simpatia e um coração enorme. Registro aqui minha admiração e torço para que mais pessoas o ajudem nessa empreitada. Bela iniciativa de todos os envolvidos.

  8. Max Herculano de Alvarenga disse:

    Fico muito feliz com essa iniciativa da união de médicos em pro dos que mais precisa em especial da família Londres do qual trabalhei meus 14 anos na clinica São Vicente e que ainda trabalho,família maravilhosa e humana.Deixo meus agradecimento e meus parabéns por esse trabalho.

  9. Parebéns Dr: Luiz Roberto Londres.Isto e mesmo do Sr.pessoa de bom coração, e iluminado pelo divino Espirito Santo. Trabalhei por 25 anos como tec. de enf. na Clinica sào Vicente da Gavéa, me aposentei em 1999. Se presisar de voluntário do meu cargo estou me candidatando.

  10. Marcelo Felix Nery disse:

    Parabéns O Dr Luiz Roberto Londres, por estar nessa iniciativa em a Judá aqueles que precisam, tive o prazer de compor a equipe de trabalho na clínica São Vicente da Gávea aonde durante 12anos como tec de enfermagem e conhecer a sua pessoa pessoalmente estou a disposição desta equipe se precisar

  11. Marcia dos Santos Azevedo disse:

    Parabéns a todos e em especial ao Dr Londres de quem tenho orgulho de comhecer de perto, trabalho na clinica são vicente a 20 anos e sei bem o ser humano que ele representa , felicidades na sua nova jornada!

  12. Linda iniciativa!
    Parabéns a todos os envolvidos.
    Se precisarem de algo que eu possa ajudar e só chamar.

  13. Maria Augusta de Albuquerque Barbosa disse:

    Parabéns aos envolvidos.
    Dr.Londres e Claudio Vieira.
    Esta parceria sempre deu certo.
    Sempre achei q grandes empresários deveriam doar de alguma forma um pouquinho do seu tempo para fazer algo por quem precisa.
    Bela iniciativa.

  14. Vera Rosane Goulart Costa disse:

    Parabéns a todos, que procuram fazer desse mundo, um lugar melhor!Linda iniciativa! Se puder colaborar, estou a disposição!

  15. Jovana Moreira disse:

    Parabéns pela iniciativa, Dr Londres apaixonado por sua profissional, não poderia deixar de ajudar ao próximo

  16. Ana Carla Donegat disse:

    Parabéns Dr. Londres, sem palavras pela sua iniciativa em um País que os nossos governantes só pensam neles. Temos o senhor para acalmar nossos corações. Tive o prazer de conhece-lo através de um grande homem “Dr. João Uchôa”

  17. Maria Glória Veiga disse:

    Parabéns Dr Londres. .sempre firme no seu propósito. ..me sinto feliz em saber que muitos terão oportunidade de conhecer seu trabalho…

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *