Notícias

Estado tem 36 casos de microcefalia confirmados

Rio concentra o maior número de ocorrências na Região Sudeste. No país, são 1.168 registros

O Estado do Rio tem 36 casos de microcefalia confirmados entre outubro do ano passado (quando a malformação começou a ser associada ao vírus zika) e o último sábado. O dado faz parte do boletim epidemiológico do Ministério da Saúde, divulgado ontem. O número é o maior da Região Sudeste: são sete ocorrências no Espírito Santo, duas em Minas Gerais e nenhuma em São Paulo. Em todo o Brasil, 1.168 casos foram constatados em 428 municípios de 21 estados, mais o Distrito Federal.

No país, no mesmo período, foram notificados 7.150 casos suspeitos, sendo que 3.741 permanecem sob investigação e 2.241 foram descartados. No Estado do Rio, foram 412 notificações. Os dois estados com mais casos de microcefalia confirmados são Pernambuco (333) e Bahia (219).

Além de São Paulo, não foram constatados casos de microcefalia no Acre, em Roraima, no Tocantins e em Santa Catarina. De acordo com o Ministério da Saúde, 2.241 notificações foram descartadas porque as crianças apresentaram exames normais ou a malformação não teve causa infecciosa. CASOS NA REGIÃO NORDESTE O número de crianças que desenvolveram microcefalia desde outubro, segundo o Ministério da Saúde, pode ser maior, pois o levantamento não inclui todos os bebês de mães que tiveram zika. Até o dia 16, o Brasil teve 51 mortes confirmadas por microcefalia. Outras 165 continuam sob investigação e 30 foram descartadas.

A Região Nordeste concentra 77,2% das notificações, com 5.520 registros. Pernambuco continua sendo o estado com maior número de casos sob investigação (760), seguido de Bahia (647), Paraíba (389), Rio Grande do Norte (297), Rio de Janeiro (294) e Ceará (254).

Fonte: O Globo – 21/04/2016

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *