Isis Breves

Saúde Coletiva

Por Isis Breves

Dia Mundial de Combate às Pragas

世界害虫日新

Dia 06 de junho é o Dia Mundial de Combate às Pragas Urbanas. A data foi criada em 2017 na China pela Associação Chinesa de Controle contra Pragas (ACCP), organizações e associações internacionais, foi adotada pela Global Pest Management Coalition, com o objetivo da redução e eliminação dos males causados por insetos.  A ideia é sensibilizar a sociedade sobre essas doenças e a importância de prevenção através de métodos científicos de controle de pragas.

Mais de 30 países e organizações apoiam a iniciativa. Dados da Organização Mundial de Saúde (OMS) apontam que mais de 1 bilhão de pessoas no mundo estão expostas às doenças causadas por vetores, que matam 1 milhão todos os anos. Elas respondem por 17% dos custos causados pelas doenças infecciosas.

“O Dia Mundial contra Pragas é um movimento de extrema importância para o Brasil, com tantos desafios que o país enfrenta devido as epidemias de Dengue, Zika, Febre Amarela, Malária e Chikungunya, doenças transmitidas pelo mosquito. Além disso, há as doenças transmitidas pelo carrapato e os roedores, a febre maculosa e a leptospirose, respectivamente”, afirma Carlos Peçanha, Presidente da Federação Brasileira das Associações de Controladores de Vetores e Pragas Sinantrópicas (FEPRAG).

Segundo Peçanha, os insetos são vetores de doença e carregam bactérias, contaminando o ambiente por onde passam o que pode causar infecções diversas. “Os hospitais devem ter atenção especial, pois as pragas urbanas podem causar problemas sérios nos pacientes que já estão fragilizados. Se houver presença de pragas urbanas no interior de hospitais, o grande perigo é a manifestação de infecções hospitalares generalizadas, que podem até levar à óbito os pacientes”, alerta.

 “O Manejo Integrado de Pragas através dos profissionais e empresas controladoras de pragas, devidamente registradas e qualificadas , é fundamental para a prevenção das doenças transmitidas pelos insetos. Além dos licenciamentos obrigatórios como licença sanitária, procure saber se a empresa e/ou o profissional é associado a entidades de classe, isso garante que o contratado cumpre às exigências legais para prestação do serviço”, finaliza Peçanha.

Saiba mais sobre o Dia Mundial de Combate à Praga (World Pest Day) em: http://www.pestmanagementcoalition.org/news-and-events/world-pest-day/

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *