Notícias

Dezembro Laranja desperta a importância dos cuidados com a pele

dezembro-laranja

Por: Equipe da Redação
redacaoobservatório@gmail.com

Com o aumento acelerado do aquecimento global, os raios ultravioleta estão cada vez mais agressivos em todo o planeta, causando diversas irritações no corpo e contribuindo para o aumento do índice do câncer de pele. Pensando nisso, a Sociedade Brasileira de Dermatologia realiza neste mês a campanha Dezembro Laranja, que tem como tema “Se exponha, mas não se queime”.

O objetivo é alertar a população quanto aos riscos provenientes da exposição solar desprotegida e a importância da prevenção e do diagnóstico precoce do câncer da pele.

No último dia 2 de dezembro, Dia Nacional de Prevenção ao Câncer de Pele – entre às 9h e 15h -, cerca de 3 mil dermatologistas voluntários prestaram atendimento ao público, alertando sobre as medidas preventivas. Também realizaram consultas gratuitas em 130 postos de atendimento, sendo restrito para análise, diagnóstico e tratamento da doença. Entretanto, a campanha se estenderá até o final do mês.

A doença é resultado do desenvolvimento irregular das células que constituem a pele. Existem diferentes tipos de câncer dermatológicos, sendo Carcinoma Basocelular e Carcinoma Espinocelular os mais frequentes, em que apresentam altos percentuais de cura, se diagnosticados e tratados precocemente. Um terceiro tipo, o Melanoma, é o mais agressivo e potencialmente letal.

Segundo o Instituto Nacional do Câncer (INCA), o câncer da pele é o mais comum no Brasil correspondendo a 30% de todos os tumores malignos, com cerca de 180 mil novos casos ao ano. Os grupos mais propensos a obtenção da doença são pessoas com mais de 40 anos, de pele clara e que já tiveram doenças cutâneas anteriores, sendo relativamente raro em crianças e negros.

É possível detectar alguns sinais que identifiquem alguma irregularidade na pele, como: pintas ou manchas, pápulas (lesão dermatológica, caracterizada por mudanças na cor e textura da pele) ou nódulos, e outras lesões benignas.

Os que possuem antecedentes familiares com histórico de câncer de pele (principalmente familiares de primeiro grau), devem ter um cuidado redobrado, tendo que fazer exames preventivos regularmente.

Prevenção

A maioria dos casos de câncer de pele pode ser evitada com medidas simples de proteção solar, dentre elas: usar chapéus de abas largas, roupas que escondam boa parte do corpo, óculos escuros, protetores solares com fator superior a 30. Os especialistas também indicam permanecer na sombra entre 10h e 16h (horário de verão), usar barracas feitas de algodão ou lona ao irem à praia ou à piscina e consultar um dermatologista uma vez ao ano para realizar um exame completo.

Atualmente já existem testes genéticos capazes de determinar quais mutações levam ao desenvolvimento do Melanoma avançado (BRAF, CKIT, NRAS, CDKN2A, CDK4), possibilitando controlar o Melanoma Metastático por longo prazo.

Desde a implantação do Dezembro Laranja em 2014, a SBD atende mais de 550 mil pessoas durante ações realizadas em diferentes regiões do país e distribui panfletos e cartazes com dicas de prevenção ao longo do mês para os pacientes.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *