Notícias

Cruz Vermelha Brasileira: há 110 anos salvando vidas

cruz-vermelha-doar-roupas-voluntario
Por: Equipe da Redação
redacaoobservatorio@gmail.com

Hoje, 8 de maio, é o Dia Mundial da Cruz Vermelha, maior rede humanitária do mundo, que atua baseada em 7 princípios fundamentais: humanidade, imparcialidade, neutralidade, independência, voluntariado, unidade e universalidade. No Brasil, sediada no Rio de Janeiro desde 1908, a entidade tem prestado serviços de assistência em 21 estados, atuando nas ações preventivas e educacionais, através de programas sociais, treinamentos e serviços adaptados às necessidades de cada região. Além disso, a organização visa promover melhorias na área da saúde, cursos, campanhas e projetos em torno da comunidade.

O Instituto Cruz Vermelha Brasileira (CVB) é uma das 190 Sociedades Nacionais que compõem o Movimento Internacional de Cruz Vermelha e do Crescente Vermelho. A instituição é considerada pelo governo brasileiro como uma sociedade de socorro voluntário e auxiliar dos poderes públicos e dos serviços militares de saúde. Além de ser reconhecida como a única Sociedade Nacional da Cruz Vermelha autorizada a exercer suas atividades por todo o país, de forma autônoma.

No âmbito social, a entidade é caracteriza por cuidar do tratamento de pacientes diagnosticados com doenças crônicas, de idosos e deficientes, fornecendo assistência médica e preventiva. Todas as ações da CVB têm como base o modelo de promoção e prevenção à saúde. A organização visa contribuir para a melhoria na qualidade de vida da população, estimulando o autocuidado e a prática de hábitos mais saudáveis.

Um dos serviços disponibilizados pela Cruz Vermelha Brasileira é o ensino de primeiros socorros. Essa atividade é considerada essencial para uma intervenção rápida e eficaz, o que possibilita a redução de lesões, aumentando as chances de sobrevivência. A prática é ministrada através de cursos em diversas cidades do país e pode ser encontrada também por meio de empresas que têm interesse em ensinar as técnicas para seus funcionários.

Além disso, ao longo de todo o ano a CVB se empenha na criação de projetos e campanhas de conscientização para prevenir diversos tipos de doenças. Um exemplo disso foi à mobilização em prol do combate aos mosquitos transmissores da Dengue, Zika, Chikungunya e Febre Amarela. Nos estados mais afetados pelas patologias, voluntários distribuíram repelentes, preservativos e material informativo.

Aos interessados em ajudar, a Cruz Vermelha oferece capacitação para voluntários. Nesse contexto, o voluntariado possui uma posição importante apoiando os projetos e ações que se desenvolvem a diferentes níveis da instituição. Mas, antes de começar a atuar, o candidato precisa passar por um treinamento feito mediante a realização de um curso básico de formação institucional com três módulos: Panorama histórico da instituição no mundo e no Brasil; Protocolo de Segurança e Código de Ética e Suporte Básico de Vida.

Outra forma de conseguir o acesso aos procedimentos que ajudam a salvar vidas é o aplicativo da Cruz Vermelha, que pode ser baixado gratuitamente no Play Store ou pela Apple Store. A ferramenta dispõe de uma série de vídeos didáticos, explicando como deve ser feito em situações de emergência, como Acidente Vascular Cerebral, queimadura, ferimento, crise epiléptica, fratura e intoxicação com produtos químicos.

Fontes:

 http://www.cruzvermelha.org.br/pb/institucional/

http://www.cruzvermelha.org.br/pb/institucional/departamentos-nacionais/

http://www.cruzvermelha.org.br/pb/cmd/fundacao-e-reconhecimento/

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *