Espaço Acadêmico

Consequências do movimento antivacina na saúde infantil

Consequências do movimento antivacina na saúde infantil

Um comentário em "Consequências do movimento antivacina na saúde infantil"

  1. Acyr Cunha disse:

    Toda comunidade cientifica está consciente do valor da vacinação contra doenças infectocontagiosa, bacteriana ou viral, que disponha de vacinas reconhecidamente eficientes.
    O irracional movimento antivacina, ressurgiu algumas doenças erradicadas.
    As estatísticas apresentadas nesse texto são uma amostra convincente das vantagens da vacinação e a falha dessa.
    Varíola e poliomielite, estão praticamente erradicadas, mas, no caso da pólio, ainda é necessário a vacinação das crianças, pois, em alguns países ainda não foi erradicada.
    Todos devem insistir na vacinação. Alguns países já estão exigindo carteira de vacinação infantil para matriculas nas creches e escolas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *