Dr. Newton Richa

Programa Saúde do Futuro

Por Dr. Newton Richa

Saúde do Futuro próximo: cobertura universal de saúde até 2030

Giselle Felix
Fisioterapeuta

A atenção primária à saúde deve ser um dos principais caminhos para garantir a manutenção sustentável do SUS no Brasil. A avaliação é do representante da Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS) no país, Joaquín Molina, que participou em abril de 2018 de seminário sobre o sistema público, realizado pela agência da ONU, que discutiu experiências com atendimento inicial, triagem e prevenção.  “Mesmo reconhecendo a complexidade do contexto no qual o SUS está imerso, estamos convencidos que a estratégia de Atenção Primária à Saúde (APS), que constitui um dos pilares do SUS, é um dos principais caminhos para a sustentabilidade do SUS, entendido como um sistema de saúde universal baseado no direito à saúde”, afirmou Molina em Brasília.

Também presente, o economista sênior do Banco Mundial, Esdon Araújo, lembrou que o Mais Médicos é uma resposta importante à baixa oferta de profissionais no Brasil. O especialista apontou que a maioria dos clínicos costuma trabalhar em grandes centros urbanos, ao passo que populações de cidades pequenas acabam ficando sem serviços. Segundo o representante do organismo financeiro, esse é um dos fatores estruturais para a ineficiência da atenção primária em alguns municípios. “A maioria deles se beneficiaria com mais gastos em atenção primária. A cada real investido, mais se ganha com retorno em eficiência. Além disso, quanto mais eficiente é a APS, mais eficiente será a média e alta complexidade.”

Defendeu-se durante o seminário, um modelo de atenção à saúde integral e centrada nos pacientes, principalmente nos que possuem doenças crônicas não transmissíveis e necessitam de acompanhamento contínuo. Entre as medidas recomendadas, estão o uso da tecnologia para a integração de sistemas e o foco na melhoria da qualidade dos serviços prestados. O seminário da OPAS teve o apoio do Ministério da Saúde do Brasil, do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (CONASS), do Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde (CONASEMS) e do Banco Mundial. O evento faz parte das atividades que marcam, neste ano, o 30º aniversário do SUS.

Relembrando que em 2015, os países tiveram a oportunidade de adotar a nova agenda de desenvolvimento sustentável e chegar a um acordo global sobre a mudança climática, durante a Cúpula de Desenvolvimento Sustentável, foi discutida na Assembleia Geral da ONU, onde os Estados-membros e a sociedade civil negociaram suas contribuições. A agenda reflete os novos desafios de desenvolvimento e está ligada ao resultado da Rio+20 – a Conferência da ONU sobre Desenvolvimento Sustentável – que foi realizada em junho de 2012 no Rio de Janeiro, Brasil. As ações tomadas em 2015 resultaram nos novos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), que se baseiam nos oito Objetivos de Desenvolvimento do Milênio (ODM). No que diz respeito à Vida Saudável, O Objetivo de Desenvolvimento Sustentável da ONU número 3 diz: Assegurar uma vida saudável e promover o bem-estar para todas e todos, em todas as idades.

Os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável exigem uma cobertura universal de saúde até 2030, começando com a atenção primária. Nem governos nem organizações privadas podem enfrentar este desafio sozinho. Este projeto visa estabelecer uma coalizão de parceiros que se baseia nos esforços existentes dos mesmos para atenção primária e cobertura universal de saúde ao:

– sintetizar modelos financeiramente sustentáveis para a prestação de cuidados primários público-privados;


– identificar quais inovações para o trabalho de atenção primária e;

– atender às necessidades do governo com ofertas do setor privado

REFERÊNCIAS:

Value in Healthcare: https://www.weforum.org/projects/value-in-healthcare

Value in Healthcare: Mobilizing cooperation for health system transformation:

https://www.weforum.org/reports/value-in-healthcare-mobilizing-cooperation-for-health-system-transformation

 World Economic Forum 2018:

https://www.weforum.org/projects/global-platform-for-access-to-care

Objetivos de Desenvolvimento Sustentável:

https://nacoesunidas.org/tema/ods3/

Assistência primária de saúde é caminho para manutenção do SUS, diz ONU:

https://nacoesunidas.org/assistencia-primaria-de-saude-e-caminho-para-manutencao-do-sus-diz-onu/

Seminário internacional debate Atenção Primária à Saúde como estratégia central para sustentabilidade do SUS:

http://www.paho.org/bra/index.php?option=com_content&view=article&id=5639:opas-oms-debate-fortalecimento-do-sus-com-instituicoes-brasileiras-e-internacionais&Itemid=843

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *