Dr. Newton Richa

Programa Saúde do Futuro

Por Dr. Newton Richa

Como a Inovação Hoje pode afetar a Saúde do Futuro

Giselle Felix
Fisioterapeuta

Avanços exponenciais em ciência e tecnologia estão transformando a saúde e a medicina e dando aos pacientes mais controle sobre sua própria saúde.

A capacidade de decodificar o genoma humano a um custo acessível está revolucionando nossa capacidade de entender os riscos das doenças e personalizar os tratamentos. Isso, juntamente com melhorias na varredura diagnóstica e no teste in vitro, significa que agora sabemos mais sobre anatomia humana, abrindo o caminho para medicamentos de precisão e abordagens baseadas em evidências para prevenção e autogestão.

Te convido a uma reflexão sobre algumas das tecnologias móveis emergentes disponíveis hoje, apesar da falta de certeza sobre o amanhã, devido à escala e volatilidade da indústria:

Middleware

Middleware é o nome dado à tecnologia que permite que os dados produzidos por dispositivos de comunicação pessoais (por exemplo, smartphones) sejam incorporados efetivamente ao sistema de saúde. Foi desenvolvido em resposta ao desafio de gerenciar o enorme volume de dados gerados por alarmes e alertas. O middleware facilita a comunicação e o gerenciamento de dados, permitindo que os aplicativos se comuniquem com eficiência. Ele automatiza a documentação clínica e realiza a vigilância remota e a agregação de dados.

Imagem digital

O equipamento de imagem digital portátil está transformando a assistência médica, da ambulância para a sala de cirurgia, disponibilizando imagens avançadas para pacientes em áreas remotas. Por exemplo, até recentemente, o uso de ultra-som era limitado pelo seu tamanho, custo e necessidade de eletricidade. Agora, menor, acessíveis máquinas de ultra-som, algumas encaixadas na palma de uma mão, podem fornecer imagens de alta resolução com frequência apenas com energia da bateria. O uso está se espalhando pelo mundo, pela possibilidade de fornecimento de imagem móvel de última geração para clínicas de saúde em áreas rurais remotas.

Sensores Digitais Inovadores

Uma ampla gama de novos sensores digitais está em desenvolvimento com base em materiais inovadores, incluindo:

• um novo sensor à base de gel que monitora a atividade elétrica no órgão sem escorregar, devido à suas propriedades

• um sensor tipo patch que se move com a pele, que grava e envia informações de saúde para smartphones e computadores sincronizados

• um sensor de “Pele Eletrônica” usado no pulso que monitora e trata distúrbios musculares em pessoas que sofrem de Parkinson ou epilepsia, detectando tremores e liberando medicação incorporada no patch que é absorvido através da pele

• um sensor ingerível que monitora quando um paciente tomou ou não sua medicação, além de fornecer dados biométricos, como frequência cardíaca, padrões de sono, atividade física e níveis de estresse

• Além de um patch de uso único de 24 horas colocado sob o braço de uma criança, que fornece um monitor de temperatura contínuo para bebês e envia alertas para seus pais

• Sensor de pele biométrico que se ajusta ao peito do usuário e monitora a frequência cardíaca, a variabilidade da frequência cardíaca, a frequência respiratória, a temperatura da pele, postura corporal, passos e detecção / gravidade da queda e é capaz de captar medições biométricas de grau clínico continuamente.

Prever como o mercado evoluirá e quais tecnologias terão o maior impacto na prestação de serviços de saúde é um desafio, dada a ampla gama de novos desenvolvimentos tecnológicos, alguns imprevisíveis ainda. Entretanto, o que se deve além de prever, mas partir para tomada de decisão, são ações em prol do aumento da expectativa de vida das pessoas, que em países ricos historicamente aconteceu de forma gradativa, nos países ainda em desenvolvimento, em função das próprias tecnologias, acontecerá mais rápido do que se possa ajustar políticas públicas, produtos e serviços para essa nova Revolução da Saúde.

Fonte: Connected health: How digital technology is transforming health and social care (Deloitte – UK – Deloitte Centre for Health Solutions, 2015 – atualizado em 03/06/2018)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *