Dr. Newton Richa

Cultura de Saúde

Por Dr. Newton Miguel Moraes Richa – Médico do Trabalho

Apresentação da Coluna Cultura de Saúde

Hand arranging wood block stacking with icon healthcare medical, Insurance for your health concept

A cultura de uma coletividade pode ser definida como o conjunto de crenças, valores e atitudes que orientam o modo como coisas são realizadas por seus membros. Esta definição permite afirmar que prevalece no Brasil uma cultura de doença. Reforçam essa argumentação os discursos de nossas lideranças, que usam o termo saúde quando, na verdade, querem falar sobre doença. Observa-se, em todo o país, que a assistência dada à população está concentrada no tratamento de doenças e na reabilitação de incapacitados, com pouca ou nenhuma atuação em prevenção.

A experiência dos países desenvolvidos mostra que uma Cultura de Saúde, alicerçada em valores como a prevenção, o envolvimento social, a justiça, a confiança, a participação e a sustentabilidade, constitui um requisito essencial para assegurar a saúde da população. A Cultura de Saúde motiva as pessoas para a aprendizagem permanente de como agir para melhorar a saúde individual e coletiva, influenciando o comportamento de outros nesse sentido.

Em seu artigo 196, a Constituição Federal do Brasil estabelece que “A saúde é direito de todos e dever do Estado, garantido mediante políticas sociais e econômicas que visem à redução do risco de doença e de outros agravos e ao acesso universal e igualitário às ações e serviços para sua promoção, proteção e recuperação.” A primeira etapa para tornar realidade este direito coletivo é desenvolver e consolidar uma Cultura de Saúde, a partir da plena compreensão de definições e conceitos básicos que serão apresentados nesta coluna.

Nessa perspectiva, o Observatório da Saúde RJ cria a Coluna Cultura de Saúde com o objetivo de divulgar informações de interesse da população para que possa melhor cuidar de seu patrimônio de maior valor: a saúde. A experiência da União Europeia demonstrou que as pessoas melhor informadas apresentam melhores níveis de saúde e geram menores custos para os sistemas de assistência médica.

Estão convidados a participar dessa iniciativa do Observatório da Saúde RJ instituições e profissionais médicos e de outras áreas motivados para o tema.

Saúde: compreender, para melhor cuidar.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *