Notícias

Amamentação: a importância do apoio social

shutterstock_522973660
Por: Maylaine Nierg 

“Empoderar pais e mães e favorecer a amamentação, agora e no futuro”. Esse é o tema da Semana Mundial do Aleitamento Materno 2019, que ocorre entre os dias 01 e 07 de agosto. O assunto foi escolhido pela Aliança Mundial para Ação em Amamentação (WABA, sigla em inglês), e tem como objetivo fazer com que a sociedade e as famílias entendam a importância do aleitamento materno e sejam solidárias quanto a essa questão. 

A ideia central da campanha é trazer o entendimento de que amamentar é uma responsabilidade não apenas da mãe e do pai, mas que envolve a família, a sociedade e o local de trabalho.

De acordo com os idealizadores da campanha, a conscientização sobre o assunto fortalece o direito das mães de terem ambientes e condições adequadas para amamentarem seus bebês no dia a dia. 

“Existem inúmeras barreiras para a prática ideal da amamentação, sendo uma das principais a falta de apoio aos pais, especialmente no trabalho. O aleitamento materno é um esforço de equipe, que requer informação baseada em evidências científicas e uma cadeia calorosa de apoio. É preciso informar sobre a íntima relação entre a proteção social parental e a amamentação”, ressalta o texto de apresentação da SMAM 2019, publicado pela WABA. 

Para a Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP), o Brasil ainda precisa fomentar melhor as iniciativas em apoio à amamentação, especialmente no contexto de trabalho. 

“O benefício da licença-maternidade de 180 dias já é praticado no setor público e por empresas privadas em nosso país. No entanto, é preciso ampliar o direito a todas as mães e, além disso, garantir a possibilidade de mais maior participação dos pais nesse processo, que atualmente têm apenas cinco dias para ficarem com a família. A mulher deve receber todo apoio nesse momento, pois a amamentação servirá como base para o desenvolvimento adequado da criança”, explica a presidente do Departamento Científico de Aleitamento Materno da SBP, Elsa Giugliane (em entrevista ao portal oficial da SBD). 

As ações da Semana Mundial do Aleitamento materno no Brasil são comandadas pelo Ministério da Saúde, em parceria com as Secretarias Municipais de Saúde e instituições ligadas ao tema, com a SBP e a Rede Brasileira de Bancos de Leite Humano (rBLH).

Para especialistas, todas as mobilizações de incentivo a esse tema são fundamentais, pois tratam da mais importante base nutricional das crianças em seus primeiros meses de vida. Apesar de todos os esforços de conscientização sobre o assunto, a Organização Mundial da Saúde aponta que, apenas, 40% das crianças em todo o mundo recebem aleitamento materno no tempo e no modo corretos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *