Notícias

Abertura da 8ª Conferência Estadual de Saúde é marcada pela união para a construção de políticas púbicas

Foto Conferência
Por equipe da Redação
redacaõobservatório@gmail.com

O maior fórum de participação popular em defesa da saúde, do fortalecimento do SUS e da democracia no Estado do Rio de Janeiro começa este mês.  Com a presença do secretário de Estado de Saúde, Edmar Santos e de autoridades representantes dos mais diversos órgãos ligados ao Sistema Único de Saúde(SUS) no estado, foi aberta nesta sexta-feira(24), no Teatro Odylo Costa Filho, da Universidade do Rio de Janeiro(UERJ), a Oitava Conferência Estadual de Saúde do Rio de Janeiro, que norteará o setor para os próximos três anos.

“Democracia e Saúde: Saúde como Direito e Consolidação e Financiamento do SUS” é o tema desta oitava edição. Nos três dias de discussão, os delegados, que representam os usuários, entidades e movimentos, trabalhadores, gestores e prestadores de serviços, vão debater e aprovar as propostas em plenária. Ao final do encontro, também serão escolhidos os delegados que representarão o estado na 16ª Conferência Nacional de Saúde, que será realizada em agosto, em Brasília.

– A Conferência representa um grande movimento em defesa do SUS e da democracia. É um fórum de debate, de discussão e de ideias em prol de uma saúde melhor com participação popular na formulação de propostas que atendam as necessidades do cidadão – ressalta Edmar Santos.

No segundo dia Conferência, sábado(25), das  9h às 12h, foram debatidos os três eixos de discussão: “Saúde como direito”, “Consolidação dos princípios do SUS”, “Financiamento adequado e suficiente para o SUS”, com as exposições dos palestrantes. .

No encerramento do evento, que aconteceu neste domingo(26), foi realizada a  plenária final, que aprovou as propostas debatidas,  que servirão de guia para o setor. Em seguida foi feita a eleição do coordenador de plenária, além da escolha da delegação que representará o Estado do Rio de Janeiro na Conferência Nacional.  A Conferência foi realizada em 12 salas, onde  se reunirão os grupos de trabalhos, com a participação de 562 delegados, 72 convidados, 120 relatores e 80 monitores no maior  evento do gênero no Estado do Rio.

A Conferência de Saúde acontece a cada quatro anos e reforça a participação popular em defesa da saúde como direito das pessoas e do bem-estar da sociedade, além de servir como instrumento que introduz inovação na formulação e execução de políticas públicas no setor.

Fonte: Ascom/SES

Um comentário em "Abertura da 8ª Conferência Estadual de Saúde é marcada pela união para a construção de políticas púbicas"

  1. Marcio Meielles disse:

    Dois temas parecem relevantes nesse debate: como tornar o SUS mais eficiente e como conseguir que a sociedade brasileira se envolva na defesa do SUS. O primeiro foi muito bem analisado no VI Fórum do Observatório da Saúde. O segundo tem sido pouco discutido. Talvez possa ser tema de um próximo Fórum.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *