Notícias

A enfermagem como símbolo de assistência e acolhimento

shutterstock_61894663
Por: Equipe da Redação
redacaoobservatorio@gmail.com

Em homenagem aos profissionais que se dedicam a assistência focada no bem-estar e conforto dos pacientes, todo dia 12 de maio comemora-se o Dia Internacional da Enfermagem. A data foi criada para dar ênfase não só trabalho de enfermeiros, mas também de auxiliares e técnicos da área, profissionais que exercem papel fundamental para que os pacientes se sintam cuidados e acolhidos durante o processo de tratamento, especialmente em casos de internações hospitalares.

O pilar da enfermagem consiste no cuidado com o ser humano. A ação é feita através do acompanhamento do quadro clínico, execução dos tratamentos prescritos (alimentação, higienização, aplicação dos medicamentos) e de orientação sobre prevenção de doenças.

A classe é dividida em categorias de acordo com o nível de complexidade das atividades e suas responsabilidades: auxiliar de enfermagem (nível médio), técnico de enfermagem (nível técnico) e enfermeiro (nível superior).

Boa parte destes profissionais exercem suas funções em instituições de saúde, como hospitais, postos de saúde e clínicas. Entretanto, estes técnicos também podem trabalhar em empresas de diversos setores ou prestando atendimento em domicílio.

Para a professora do curso de enfermagem da Universidade Castelo Branco (UCB) do campus de Realengo, Ana Paula, que trabalha há quase 30 anos na área ministrando disciplinas de história da enfermagem e psiquiatria, o auxílio dos profissionais de enfermagem é indispensável para as entidades de saúde.

“Dentro da esfera da equipe multiprofissional, não existe o profissional mais importante ou menos importante, mas posso afirmar categoricamente que um hospital não vive sem a equipe de enfermagem. Todos os demais profissionais da saúde passam pelo paciente, mas só quem permanece com ele é o profissional de enfermagem”. Explica Ana Paula.   

O enfermeiro é considerado a voz do paciente, pois é ele quem permanece durante todo o tempo ao seu lado, representando cada um deles dentro da estrutura hospitalar. Além disso, o profissional de saúde é caracterizado por realizar desde os procedimentos mais simples, como mediar à temperatura de um paciente, até os mais complexos como auxiliar médicos durante a cirurgia.

Além disso, o especialista precisa saber fazer a descrição dos casos de cada indivíduo, tanto na escrita do prontuário, quanto nas discussões técnicas. Desse modo, para atuar na área, o enfermeiro precisa ser muito bem preparado, devendo obter todo o conhecimento adquirido do médico, além de saber as técnicas que fazem parte do cuidado de enfermagem.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *