Opinião

A consulta ocular do idoso é importante

Deficits visuais podem levar à problemas de equilíbrio e prejuízo para a qualidade de vida

deficits
Idosos na estação Clínicas da Linha 2-Verde do Metrô de São Paulo – Diego Padgurschi/Folhapress
Por: Julio Abramczyk
Folha de São Paulo – 27/09/2018

A dificuldade para ler ou enxergar um objeto de perto ou ao longe é facilmente resolvida pelos adultos jovens ou crianças com uma consulta ao oftalmologista. Para os idosos, solucionar esse problema não é tão simples.

Na revista Jama Ophthalmology deste mês, a médica Virginie Naël e seus colaboradores relatam pesquisa sobre fatores associados à dificuldade de visão não corrigida por óculos em idosos franceses.

Com base em exames realizados em 707 idosos com 78 anos ou mais, foi diagnosticada deficiência visual em quase 40% desses indivíduos.

Os autores pesquisaram por que idosos com deficiência visual não procuravam os serviços médicos oftalmológicos. Verificaram que os idosos consideravam as consultas oculares muito caras e o preço dos óculos, muito alto.

Para eles, ir à consulta era difícil pela dificuldade de deambulação e era considerado normal o declínio da visão no envelhecimento.

O controle do equilíbrio corporal pode ser menor em idosos com déficit visual, assinalam a fisioterapeuta Barbara Garzolla de Macedo e colaboradores em artigo de revisão na Revista Brasileira de Geriatria e Gerontologia.

Essa dificuldade de equilíbrio pode interferir no estilo de vida da pessoa, pela possibilidade de quedas. Com a melhora na função visual —e consequentemente na atividade motora—, será possibilitado ao idoso ter independência funcional e melhor qualidade de vida.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *